sexta-feira, 30 de janeiro de 2015

Anais Nin, in "Carta a Henry Miller (1932)" - O Amor Dominado

Um homem que domina é um homem que não ama. Tem uma tremenda vitalidade animal, uma força, capaz de conquistar. É um conquistador, as pessoas submetem-se-lhe, mas ele não ama ou compreende. É apenas uma força e encontra-se imbuído da sua própria força. Se chegar a amar, será uma força como a sua, pelo que, novamente, ama apenas uma espécie de força igual à sua, e não as outras, o que seria uma infiltração. Observe-se bem o conquistador; observe-se o homem ou a mulher que domina os outros: não é ele quem ama. Aquele que ama é o ser que é dominado. 


Anais Nin, in "Carta a Henry Miller (1932)" 
Título: O Amor Dominado

Nenhum comentário:

Postar um comentário