quinta-feira, 24 de outubro de 2013

Você ama aquele cafajeste. Ele diz que vai e não liga, ele veste o primeiro trapo que encontra no armário. Ele não emplaca uma semana nos empregos, está sempre duro, e é meio galinha. Ele não tem a
menor vocação para príncipe encantado e ainda assim você não consegue despachá-lo.

Autor:Arnaldo JaborTitulo: Crônica  do AmorBlog Poema & Versos

Nenhum comentário:

Postar um comentário