quarta-feira, 22 de maio de 2013

Elias Glassmann


Quando a vejo,
De longe, Distante,
Vem se aproximando meu anjo
Minha luz, minha força,
Vejo o seu olhar brilhante.

É inevitável não pensar
É inevitável não olhar
É uma chama de luz,
Perfeita, aquela que me conduz.

Sinto uma energia,
Que não tem como evitar
Fico observando, olhando,
E em pouco tempo
Sei que novamente vai se aproximar.




Autor: Elias Glassmann


Nenhum comentário:

Postar um comentário